Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Posted in:

Acne neonatal: saiba as causas e como tratar do rostinho do seu bebê

Você acha estranho bebês com cravinhos e bolinhas no rosto, ou seja, acne?

A acne neonatal é muito comum, e quase todos os bebês desenvolvem algum tipo dela. Isso pode parecer estranho a princípio, afinal, estamos acostumadas a ver adolescentes e jovens com acnes.

No entanto, há explicação para que a acne neonatal surja nos bebezinhos também, mesmo se tratando de peles tão novinhas e delicadas. E é essa explicação que eu trago aqui, para vocês, amigas mamães super poderosas!


Você se sente preocupada em relação aos cuidados necessários com o umbigo do bebê? Saiba mais sobre isso e fique tranquila!


Meu bebê não desenvolveu uma acne neonatal muito significativa, mas mesmo assim, na época, eu já tinha lido a respeito, para me informar sobre o que é e o que fazer para tratá-la.

Por isso, acompanhe o conteúdo e, caso o seu bebê tenha ou venha a ter esse tipo de acne, saiba que não é nada tão sério. Fique por dentro do tema e tranquilize-se!

O que é a acne neonatal

Quando vemos um bebê com o que parecem espinhas no rosto, provavelmente se trata de um bebê com acne neonatal.

Ela também é conhecida como pustulose cefálica neonatal e consiste em pequenas bolinhas vermelhas, algumas com pontos de pus, semelhantes as espinhas da adolescência.

É comum que no rosto do bebê a acne neonatal seja mais comum nas bochechas, no nariz e queixo, mas principalmente nas bochechas.

mamae_super_poderosa_acne_neonatal_rosto_bebê_acne_1
A acne neonatal é muito comum e costuma aparecer nas primeiras semanas de vida

A acne em bebês costuma aparecer no primeiro mês de vida, sendo entre a segunda e a terceira semana após o nascimento, o surgimento mais frequente.

Em resumo a acne neonatal é uma inflamação na pele do bebê que, na maioria dos casos, desaparece espontaneamente até o 6º mês de vida.

O que causa a acne neonatal

Não há nenhum fator determinado pela medicina, como sendo a causa da acne neonatal. O que se acredita é que ela pode estar relacionada com hormônios maternos.

Isso porque a pele do bebê é frágil e sensível, e ainda está se adaptando ao excesso de produção hormonal e as agressões externas, como o uso de uma toalha mais grossa que possa raspar seu rostinho.

Outro ponto, é que alguns bebês podem ficar com resíduos de estrogênio da placenta em seu corpo, provocando uma alteração hormonal no seu organismo.

Acne Neonatal no bebê tem a ver com o leite materno?

Especialistas dizem que não. Essa informação trata-se de um mito, pois, as acnes que surgem a adolescência, por exemplo, podem estar relacionadas com a alimentação da pessoa, como no caso de quem consome muitos alimentos gordurosos.

Assim, algumas pessoas acabam pensando que, no caso dos bebês, a acne também deve estar relacionada a sua alimentação, que é o leite. Mas não é verdade.

mamae_super_poderosa_acne_neonatal_bebê_mamando
A acne neonatal não está relacionada ao leite materno. Isso é um mito.

Quanto tempo dura a acne neo natal

O surgimento comum da acne ocorre normalmente entre a terceira e a quarta semana de vida do bebê. Quanto a duração da acne, pode perdurar até os seis meses.

Acne em bebê recém nascido

A acne é uma ocasionada por uma condição da pele, na qual os folículos pilosos são acometidos por excesso de gordura e células mortas de pele.

Já a acne neonatal é o nome dado a acne na pele do bebê, que se trata de uma inflamação na pele, que também pode ser ocasionada por folículos cheios de gordura, celular mortas ou até mesmo bactérias.

Acne VS Brotoeja

A acne é diferente da brotoeja, pois, a brotoeja é caracterizada por erupções de pele, bem vermelhas no pescoço, debaixo dos braços ou na região da fralda. Enquanto a acne, como já dito, é comum surgir no rosto do bebê.

A brotoeja surge principalmente por causa do calor, que faz com que o bebê transpire. Por isso, é mais comum em locais do corpinho do bebê que esquentam mais como o peito, a barriga, o pescoço, a virilha e o bumbum.

Um exemplo é, que se o bebê passar muito calor enquanto estiver usando chapéu ou boné, as brotoejas podem aparecer até no couro cabeludo e na testa dele.

Os bebês mais novinhos têm mais tendência a desenvolver brotoejas, pois, os seus poros são menores. Isso porque, quando faz calor, o corpo transpira para diminuir a temperatura do corpo, e o entupimento dos poros causa a brotoeja.

Como identificar se é acne ou brotoeja (miliária)?

A região do corpinho do bebê onde aparecem as erupções é um dos principais fatores que definem do que se trata. No entanto, as condições do bebê, como por exemplo, se ele passou muito calor recentemente, também podem ajudar na identificação.

Mas, caso haja dúvidas sobre o que é, sobre como tratar e, principalmente, se for um caso muito severo de problema de pele, consulte sempre um médico.

O que fazer quando seu bebê tem acne?

Acho que a dica principal aqui é o que NÃO fazer: jamais esprema as acnes do bebê. Além de causar dor e irritação no bebê, pode acabar desenvolvendo alguma infecção séria.

Por isso, mantenha a calma, pois, se trata de uma condição comum e simples, que tende a sumir sozinha. Mas, caso você esteja realmente preocupada, procure um médico.

Como tratar acne neonatal?

Veja algumas dicas importantes e naturais sobre como cuidar do seu bebê para que a acne possa sumir mais facilmente.

1 – Lave a pele do seu bebê apenas com água e sabonete suave e indicado para bebês

Lave o rosto do bebê com água morna e limpinha e com um sabonete próprio para bebês. Se for um caso mais severo, o médico pode até indicar um sabonete de glicerina.

Porém, não lave o rosto do bebê diversas vezes por dia. Isso pode acabar ressecando a pele e piorando a situação. Além disso, lavar demais o rostinho do bebê pode irritar a pele e incentivar ainda mais a produção de óleo.

2 – Lave a pele do bebê com delicadeza e cuidado

Tenha cuidado ao lavar o rosto do bebê. Pois, além de agredir a pele, se você esfregá-la, pode acabar fazendo com que as glândulas produzam mais óleo e cause mais acne.

3 – Seque a pele do bebê com cuidado

Use sempre uma toalha bem macia e não esfregue na pele do bebê. Apenas apalpe-a. Um tecido menos felpudo pode raspar a pele do bebê, escamando as acnes e piorando o quadro.

4 – Não use nenhuma loção na pele do bebê

Evite usar loções no bebê quando ele já tiver irritações na pele. Pois, isso pode agravar o problema, causando até mesmo alergias.

Embora a acne muitas vezes pareça seca, ela é causada por excesso de óleo, por isso, passar loção com mais óleo só vai agravar a situação. Se a pele do bebê estiver muito seca, um médico pode indicar um sabonete hidratante para ajudar.

5 -Não esprema as acnes

Em nenhuma circunstância tente espremer as “espinhas” de seu bebê, pois isso não é bom para nada e quase sempre é prejudicial.

Ao espremer a acne, a pele fica muito mais irritada e até ferida. Então, além das glândulas sebáceas reagirem produzindo mais óleo e, mais  óleo piorar ainda mais o problema, a pele ferida fica exposta às bactérias que podem causar infecções.

6 – Cuide direitinho do bebê e fique calma!

Amiga mamãe super poderosa: fique calma! A acne de bebê costuma desaparecer dentro de algumas semanas ou meses sem tratamento especial.

Além disso, mesmo que a acne fique bem severa, ela raramente faz com que o seu bebê sinta dor ou desconforto. Por isso, não precisa ficar preocupada.

mamae_super_poderosa_acne_neonatal_rosto_bebê_sem_acne
Tendo cuidado e tratando direitinho, rapidamente a pele do bebê fica limpinha e lisinha como deve ser

O mais importante, é ter delicadeza na hora de cuidar da pele do bebê e fazê-lo com carinho e dedicação. Sem espremer, sem esfregar, enfim, deixando a área sempre limpinha e livre de qualquer produto. Em pouco tempo a pele do bebê ficará linda como tem que ser.

Espinha em bebê: quando procurar ajuda do dermatologista

Em casos mais severos, como quando você perceber que a acne está causando desconforto ao bebê, embora isso seja raro, você deve procurar ajuda médica.

Nesses casos, o médico pode recomendar tratamento com um medicamento, como um creme leve, com 1% de hidrocortisona ou uma solução de prata coloidal iônica, por exemplo.

O creme de hidrocortisona trata a pele seca e irritada, ajudando a acalmar a pele e a diminuir a produção de óleo. No entanto, precisa de prescrição médica para que seja utilizada corretamente, sem prejudicar a saúde do bebê.

A solução de prata coloidal iônica é considerada mais segura para o bebê do que o creme de hidrocortisona. Ela ajuda a eliminar as bactérias que sobrevivem no óleo facial e, também alivia a irritação na pele.

mamae_super_poderosa_acne_neonatal_rosto_bebê_acne_2
Alguns casos de acne neonatal podem ser mais severos, deixando a mamãe muito preocupada

Tratamento caseiro para acne neonatal

Os médicos concordam que o melhor tratamento e manter uma rotina de limpeza delicada na pele do bebê. Apenas isso. Afinal, essa é uma condição comum e natural, que costuma desaparecer sozinha.

Por isso, evite receitas caseiras, como chás, ervas, ou qualquer outro produto que digam ser indicado para esse tipo de acne. Por mais que o tratamento seja natural, pode acabar prejudicando a pele do bebê e até mesmo agravando o quadro e desenvolvendo alergias.

Em casos severos o médico pode até receitar algum tratamento, como dito anteriormente, embora casos severos sejam raros. Por isso, tratamento, só se for indicado pelo médico.

Dicas que toda mãe deve saber sobre a acne neonatal

Algumas dicas são importantes para mamães que têm bebê com acne:

  • Lave bem as mãos antes de tocar na pele do bebê;
  • Não use nenhum medicamento sem prescrição médica. Fórmulas indicadas para adolescentes e adultos são totalmente contraindicadas para bebês;
  • Usar produtos como cremes e óleos pode piorar a irritação da pele do bebê;
  • Jamais esprema as acnes;
  • Tenha cuidado para não ficar passando a mão nas acnes do bebê, para não infectá-las;
  • Mantenha o bebê com as unhas curtas ou com luvinhas, para que ele não acabe coçando as acnes e piore o quadro;
  • Evite lavar o rosto do bebê com água muito quente, pois, pode irritar ainda mais a pele;
  • Tome cuidado com o bebê na hora de tomar sol, para que a pele não fique mais irritada ainda ou, fique com marcas.

Mas, a dica de ouro mesmo é: não se preocupe! Pois, a acne em bebês é comum e passa!

Conclusão: Ficou alguma dúvida sobre a acne neonatal?

Trouxe aqui muitas informações importantes sobre a acne neonatal para você tirar suas dúvidas, ficar por dentro e, principalmente, saber que não se trata de um bicho de 7 cabeças.

No entanto, caso haja alguma dúvida ainda, escreva nos comentários! Mas, fique ciente de que, se seu bebê está com acne, você não precisa ficar preocupada, pois, ela passa tranquilamente.

O meu bebê não teve, mas conheço inúmeros outros que tiveram, e a acne passou sem problemas. Caso você esteja muito preocupada, converse com o seu médico. Ele esclarecerá a situação para você.

mamae_super_poderosa_acne_neonatal_médico
Diante de qualquer suspeita ou dúvida da mamãe, é sempre importante consultar o médico para obter esclarecimentos

Lembre-se sempre do quanto a pele do bebê é delicada e, por isso, precisa de todo cuidado. Tendo isso em mente, você terá toda delicadeza do mundo na hora dos cuidados. Logo, a pele do seu bebê ficará lisinha e limpinha!

Meu bebê teve brotoejas. Confesso que fiquei assustada quando vi aquela quantidade imensa de bolinhas vermelhas em um pele que até então estava tão branquinha.

Mas, logo que minha mãe viu o bebê sem roupa, me disse que eram brotoejas. Ela mandou que eu desse um banho fresquinho com um pouco de amido de milho misturado na água. Foi tiro e queda: a pele dele logo ficou branquinha de novo! 😉

Seu bebê tem ou teve acne? Como você cuidou? Precisou levá-lo ao médico? Deixe aqui os seus comentários! 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *