Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Posted in:

Cinco descobertas sobre as férias escolares

É minha gente… Vai chegando essa época do ano e bate aquele desespero! As férias escolares, sonhadas e temidas, curtas e intermináveis, intensas e entediantes…

Digam o que quiserem, cada um tem o seu adjetivo para qualificar, dependendo da realidade em que vive e da idade dos filhos que tem. Garanto que você ainda se lembra de como era aguardar, ansiosamente, pelo último dia de aula antes das férias… Claro, para as crianças não tem coisa melhor! Está aberta a temporada de “posso-fazer-tudo-porque-não-tenho-escola-amanhã”.

mamae-super-poderosa-criancas-felizes-ferias

Mas as férias são de quem mesmo? O que faz a mãe que não pode tirar um período para viajar? E a mãe que vai ter que continuar trabalhando? E a mãe que curte as férias junto com as crianças? Se você se encaixa em um desses perfis, vai querer saber quais foram as minhas 5 descobertas sobre as férias escolares:

  1. Mãe não tem descanso, nem nas férias.

Por mais que você se prepare, monte toda uma estrutura, fique rodeada de “ajudantes” ou tenha escolhido um destino sensacional com resort, monitores e atividades o dia inteirinho, tem coisas que só a mãe faz.  As crianças percebem rapidinho que a rotina mudou e passam a solicitar e demandar nossa presença ainda mais quando percebem que estamos ali, dando sopa, “à disposição”. Portanto, melhor aceitar e aproveitar cada segundo, porque esse mísero segundo de sossego vai durar pouco. “Aceita que dói menos!”

  1. A culpa te acompanha nas férias também.

É, não tem mais jeito. Ela nasceu com seu bebê e vai te acompanhar por onde você for. Se vai passar as “férias” trabalhando e não vai poder curtir com as crianças, pode sentir culpa. Se vai viajar sozinha ou com o marido e deixar as crianças, também pode sentir culpa. Ponto. É assim mesmo, sem blábláblá. Só não vale permitir que a culpa tome conta de você e te impeça de viver e fazer o que precisa ser feito. Independentemente do esquema que deixou para as crianças ficarem, a melhor coisa que se pode fazer é relaxar. Férias passam rápido, muito rápido. Você não precisa ficar refém da culpa.

  1. Tirar férias das férias pode ser uma ótima.

Vamos combinar: passar alguns dias de férias com as crianças é uma delícia. Sair da rotina, fazer tudo o que vocês não fazem quando estão cheios de compromissos e horários, curtir passeios, praia, piscina… Mas cansa! Ô se cansa! Como disse antes, os pequenos exigem ainda mais da gente quando percebem que estamos à disposição. Uma amiga fez uma opção interessante: ela divide as férias em duas partes. A primeira parte viaja ou curte programas com as crianças. A segunda parte é só dela e do marido. Enquanto isso, as crianças ficam com os avós e aproveitam muito! Dependendo do que escolheram fazer, dividem os 30 dias em 15-15, 10-20, 12-18… Ótima ideia! Com certeza, você voltará da segunda parte ainda mais feliz, mais disposta, descansada, animada e uma mãe beeeeem melhor.

  1. Planejamento é tudo!

Férias com criança requer planejamento. Precisa pensar com antecedência o que vai ser feito, como, quando, onde e por quê. Não vai dar para viajar? Tudo bem, comece dando uma olhadinha na programação de teatro, cinema, shows, parques e afins. Marque o que te interessa e aproveite para visitar amigos, conhecer lugares, museus, exposições que gostaria de ir e nunca encontra tempo. Quando eu faço isso, geralmente, faltam dias para tudo o que eu quero fazer! Tem coisa que não dá para ir com criança? Tem, mas tem muitos programas que eles também vão gostar de fazer junto. Atualmente, existem inúmeras opções e agendas culturais voltadas apenas para o público infantil, inclusive quando está chovendo! Sabe aquela desculpa de ficar em casa assistindo à TV ou jogando vídeo-game porque não tem o que fazer nas férias? Pois é. Planejando, sempre tem!

  1. Tem férias todo ano.

Verdade. Ano que vem estaremos aqui, de novo, com as mesmas aflições e questões… Sendo assim, melhor coisa a fazer é levar numa boa. São só 30 diazinhos: passa rápido, dura pouco. Se você vai poder curtir suas férias, aproveite cada momento com as crianças ou sem elas. Se você não vai curtir como gostaria, tudo bem, se prepare desde já para mudar isso no próximo ano!

Baixe gratuitamente o ebook sobre os marcos de desenvolvimento dos bebês

 

Falando de outro desespero na vida da mãe, uma coisa que me ajudou muito foi saber os marcos de desenvolvimento do bebê.

Assim, pude observar melhor a minha filha, desde o primeiro mês, sabendo exatamente como eu devia me preocupar e direcionar as conversas com o pediatra.

Por conta disso, reuni as principais informações sobre os marcos de desenvolvimento para facilitar a sua vida.

Você pode baixá-lo gratuitamente aqui ➡ http://bit.ly/desenvolvimento-do-meu-bebe ⬅.

Beijos,

 

Juliana Sá e Olívia - Mamãe Super Poderosa

Jú Sá

Blog Mamãe Super Poderosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *