Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Posted in:

Cólicas em bebê – saiba mais e aprenda como lidar com elas

Seu bebê chorar sem parar, o médico diz que é cólica e você não sabe mais o que fazer?

As cólicas em bebê são um verdadeiro terror na vida de muitos bebês E MAMÃES! :O

Experiência própria, minha amiga! Aqui em casa foram nada mais e nada menos do que 3 meses (sim: TRÊS meses!) de choro, sem parar! Choro não, berros! Se fossem choros eu tiraria de letra…

Na real, não sei se quem chorava mais: o bebê ou eu! Foi bem difícil, para ambas! Por isso, me tornei graduada no assunto. Pesquisei MUITO, passei por vários médicos, especialistas, curandeiros (brincadeira…hahaha); em busca de solução.


Descubra porque participar de um grupo de mães no WhatsApp pode ser uma ótima ideia!


E como tem mães que sempre me questionam acerca desse problema que assola 8 a cada 10 bebês, resolvi colocar a minha experiência e conhecimento aqui, para vocês, amigas mamães super poderosas!

Afinal, tantos os bebês quanto as mamães precisam de um help para lidar com essa dor mútua!

Cólicas em bebê: Mitos e Verdade

Como quase tudo na vida, as cólicas em bebê também são rodeadas de mitos e verdades. E como eu passei uma experiência bem marcante com cólicas em bebês e aprendi muito, eu trouxe alguns desses itens para você:

  • Todos os bebês têm cólicas?
    • Mito. Apesar de ser uma pequena parcela de bebês que não têm, ter cólicas não é uma regra. Inclusive, não dá para saber se o bebê não chora porque não tem cólicas, ou se ele tem, mas não é desconfortável a ponto de fazê-lo chorar.
  • Chás ajudam a aliviar as cólicas em bebê?
    • Mito. Não há comprovação científica de que os chás causam esse efeito. Nos casos dos bebês que tomam chá e param de chorar, tudo indica que ele o faz, devido a sensação de provar um sabor novo, e assim, fica entretido.
  • A posição que a mamãe amamenta o bebê pode causar cólicas?
    • Verdade. Isso porque tudo indica que as cólicas são causadas por gases, e dependendo de como o bebê mama, ele pode ingerir ar e aumentar a formação de gases.
  • Arrotar ajuda a evitar as cólicas?
    • Verdade. Porque o ato de arrotar faz com que liberemos os gases que se formaram no estômago.
  • Massagens aliviam as cólicas?
    • Verdade. Além de relaxantes, algumas massagens favorecem a liberação de gases.

O que causa cólicas em bebê

Na verdade puramente dita, o que a medicina diz sobre as causas das cólicas em bebê, são suposições. Isso porque, não há nenhum estudo que prove a causa real das cólicas.

Outro ponto que pega aqui, é que não há nem como provar que o bebê chora por dor de cólicas, de fato. Isso porque, pode ser que ele chore apenas pelo incomodo de sentir gases na barriga, o que para ele é novidade.

Mas, a explicação mais cabível, que faz mais sentido e que a grande maioria dos médicos dá, é que as cólicas são provenientes da formação de gases ocasionada pelo desenvolvimento da flora intestinal do bebê.

mamae_superpoderosa_colicas_em_bebe_bebe_chorando1
O choro de cólicas é agudo, desesperado e demonstra que o bebê está com algum incômodo ou dor

Como o bebê não faz cocô dentro da barriga e começa a fazer após nascer, a sua flora intestinal só é desenvolvida após o seu nascimento.

Além disso, o tempo estimado de demora para que a flora intestinal se estabeleça é cerca de 3 meses, que costuma ser o tempo que duram as cólicas.

Quando o bebê começa a ter cólicas

Já ouviu aquela história de que na maternidade o bebê parecia de mentira: só mamava e dormia. Não dava nenhum trabalho. Os pais mal podiam acreditar. Mas foi só chegar em casa que o berreiro começou…

Pois é, isso aconteceu comigo! Sim, exatamente assim! Na hora, me bateu um dos maiores desesperos da vida.

Mãe de primeira viagem, adentrando a minha casa com o bebê esperneando no colo, me sentindo toda dolorida (costurada ao meio, literalmente!), enquanto pais, tios, sogros, esperavam na sala, ansiosos a chegada do bebê.

Tudo que eu queria era entrar no carro e voltar voando para a maternidade, afinal, onde era o botão para o bebê parar de chorar?

Enfim, depois dessa cena de desespero (ok, depois até que achei engraçado… beeeeeem depois…), de inúmeras outras cenas de berreiros e de muita pesquisa, eu soube que aquilo foi causado por cólicas em bebê.

Inclusive, eu soube que elas tendem a começar cerca de 2 ou 3 dias depois que o bebê nasce. Fiquei pensando: será por isso que eles mandam a gente embora da maternidade nesse período?!   (???)

Como saber se meu bebê está com cólica

Alguns sinais são “tiro e queda” para saber se o choro do seu bebê é por cólicas. Inclusive, depois de algum tempo, pelo choro você identificará todas as necessidades do bebê. Mas no início, é preciso observar alguns pontos.

Sinais de que o bebê está com cólicas:

  • O bebê chora sem parar, um choro agudo e que demonstra sofrimento;
  • Você já verificou tudo o que poderia ser: o alimentou, trocou a fralda, viu que ele não está com calor ou frio;
  • O bebê se contorce;
  • O bebê mexe as perninhas e as flexiona as perninhas em direção ao abdômen, sem parar;
  • A barriga do bebê está durinha;
  • O bebê solta gases;
  • O rosto do bebê fica avermelhado;
  • As mãos do bebê ficam com os punhos fechados.

Quais são os principais sintomas da cólica em bebê?

O principal sintoma são os gases. O bebê fica realmente incomodado com elas e tende a se contorcer e ficar irritado. Por isso, é importante tentar acalmá-lo.

Além disso, uma característica bem estranha (e terrível!) das cólicas em bebê, é que elas são mais frequentes à partir de um certo horário, que costuma ser o final da tarde.

Inclusive, as piores crises de choro são mais comuns durante a noite e a madrugada. É aí que começa o drama das mamães recém paridas que descobrem que dormir se torna um verdadeiro luxo!

O que alivia cólicas de bebê?

É isso mesmo: você pode agir para ALIVIAR as cólicas em bebê, pois, não tem como cessá-las. Se alguém sugerir um remédio ou método milagroso para acabar com as cólicas, desconfie.

Outro detalhe importante, é que vale lembrar que estamos falando de um recém nascido, e portanto, é imprescindível ter cuidado e delicadeza em tudo o que você fizer.

Mas vamos lá: algumas dicas bacanas e eficientes para aliviar as cólicas em bebê são:

  • Faça massagem flexionando as perninhas do bebê. Essa massagem ajuda que ele libere os gases, aliviando as cólicas. Além disso, você pode cantar para o bebê, conversar com ele, enfim, de modo a distraí-lo. Tome cuidado apenas para fazer a massagem com cuidado, principalmente, se o bebê estiver irritado, durante uma crise de choro.
mamae_superpoderosa_colicas_em_bebe_massagem
Fazer massagem para que o bebê libere os gases, é uma das melhores maneiras de aliviar as cólicas
  • Faça compressas morninhas na barriga do bebê. A sensação de calorzinho ajuda a aliviar o incomodo e ainda relaxa o bebê;
  • Coloque o bebê de bruços na sua barriga. Eu me lembro que essa era a posição preferido da minha bebê, e a que fazia ela ficar mais calma. Inclusive, às vezes, eu ficava só de sutiã e deixava ela só de fralda e colocava ela nessa posição. A troca de calor entre nossas barrigas fazia ela se acalmar rapidamente.
mamae_superpoderosa_colicas_em_bebe_bebe_colo_mamae
Deitar o bebê de bruços na barriga da mãe é uma excelente maneira de acalmá-lo

Como evitar cólicas no bebê

Para ajudar a evitar as cólicas em bebê, você pode seguir essas dicas:

  • Faça massagens com as pontas dos dedos em movimentos circulares horários, na barriguinha do bebê. Utilize óleo de amêndoas para deslizar mais facilmente e aquecer. Essa massagem também ajuda a aliviar as cólicas em bebê;
mamae_superpoderosa_colicas_em_bebe_bebe2
Massagens com óleos na barriga do bebê ajudam a relaxar e aliviar o incômodo das cólicas
  • Evite comer alguns alimentos que tendem a causar gases em você, como feijão, brócolis, leite, batata-doce, etc. Não é comprovado que, de fato, o consumo desses alimentos acabam influenciando o leite materno, mas é melhor evitar;
  • Sempre coloque o bebê para arrotar após cada mamada;
  • Certifique-se de que a posição que o bebê mama, não favorece que ele engula ar;
  • Não coloque roupinhas que apertem a barriguinha do bebê. Se ele estiver com gases, isso causará ainda mais desconforto.

Há remédio para cólica em bebê?

Não. Além das dicas que citei para aliviar e também, para evitar as cólicas, não há o que fazer. Você até encontrará alguns remédios na farmácia, que vão te dizer que são milagrosos.

Mas se você ler a bula desses medicamentos, verá que o composto ativo básico da maioria deles, é camomila ou outro tipo de chá natural.

Além disso, há alguns medicamentos que são doces, e ao dar para o bebê, o bebê se entretêm tanto com o novo e delicioso sabor que está provando, que para de chorar por causa das cólicas.

Há os antigases. Os médicos costumam receitá-los quando os bebês estão com cólicas, mas no caso da minha filha, não surtiu efeito algum.

Há mães que dizem que ajudou, mas por algum tempo. Portanto, talvez valha a pena arriscar, mesmo que faça efeito por pouco tempo.

Em resumo: não há remédio que acabe com as cólicas, por isso, eu particularmente, não sei até que ponto vale a pena dar esses medicamentos que você encontra na farmácia.

Mas se diante do estresse por conta do choro incessante do seu bebê, você quiser tentar, tente! Eu tentei de tudo e mais um pouco, mas confesso que a cada tentativa frustrada (como no caso desses medicamentos) o meu desespero aumentava.

Cólicas em bebê: há algum risco para ele?

Como as cólicas são resultado de um processo natural do corpo humano, não há nenhum risco para o bebê. O que pode acabar causando algum problema é a maneira como você tratará a cólica.

É preciso ter delicadeza nas massagens, ter calma para conseguir acalmá-lo, não dar nenhum medicamento sem prescrição médica e contar até um milhão e meio.

mamae_superpoderosa_colicas_em_bebe_bebe3
É preciso ter calma para conseguir acalmar o bebê diante de um choro de cólicas

Até quantos meses bebê tem cólica

Estudos comprovam que até os 4 meses de idade, o intestino já está completamente desenvolvimento, e consequentemente a flora intestinal.

Por isso, você pode sair por aí perguntando para as mães, quanto tempo durou o chororô na casa delas, que elas dirão que foi cerca de 3 meses. Aqui em casa, parece mentira: mas desde a semana em que a bebê completo 3 meses, nunca mais houve choro por cólicas.

Parando para pensar agora, até parece que 3 meses são pouco tempo e passou rápido (apesar de naquela época, parecer uma eternidade!!!). Por isso minha amiga, força na peruca aí! Vai passar! Acredite!!!

Conclusão: Pronta para aliviar as cólicas do seu bebê?

Eu costumo dizer que quem decide ter o segundo filho, é porque esqueceu tudo o que passou durante os meses de cólicas de bebê do primeiro. Com esse argumento, dá para sentir como a barra foi pesada aqui em casa, né?!

Não foi fácil… Éramos eu, minha mãe e meu marido, chacoalhado o bebê de um lado para o outro, dia e noite, noite e dia. Me lembro que nos revezávamos durante a madrugada. Eram horas e horas andando em volta da mesa da cozinha, cantando “nana nenê…”…

Acho que em uma noite eu andava uns 50 quilômetros em volta da mesa da cozinha…hahaha… Mas pensando em agora, parece que nem foi tudo isso. Louco, né?!


Você pode curtir esses outros temas também:


Fiz de tudo que você pode imaginar, tudo que indicavam eu tentava (claro que sempre com bom senso e nada que representasse qualquer perigo para o bebê), por isso, JAMAIS julgarei uma mãe desesperada! 😉

Conte a sua experiência com cólicas de bebê aqui nos comentários! Você usou alguma das dicas sugeridas aqui? Deixe aqui as suas próprias dicas também! E não se esqueça de escrever também, o que você achou da matéria!

6 Comentários

Comentário e Respostas
  1. Graças a Deus ja passei dessa fase
    No começo e meio desesperador,mais Deus me deu forças e sabedoria pra enfrentar esse 3 primeiros meses.
    Hoje graças a Deus minha pequena Maytê Luiza nao sente mais colicas.

    Mais obrigado pelo email é sempre bom esta aprendendo coisas novas ,saber coisas novas sobre os babys♥

  2. Estou com uma rescem nascida com um mes de. Desde do 4 dia. Faço todas as dicas. Inclusive dou chazinho. Mas o que tem nos ajudado e o Colokids. É caro. Mas pra nos tem valido a pena.

  3. Nem me fale em cólicas, tive meu primeiro filho e hoje ele está com 1 ano e 4 meses, para mim, já é um rapazinho. E agora estou gestante novamente, Meu pequeno teve muita cólica e me arrepio toda só de pensar em passar por tudo novamente. O que acalmava ele era ficar de burço na barriga do meu esposo que tem o corpo mais quentinho que o meu. Dizem que as meninas tem mais tendência em ter cólicas, como agora estou gravida de uma menina, estou só tentando me acalmar diante do que está por vim. Mas vamos lá, né!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *