Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Posted in:

Dilatação na Gravidez: entenda essa fase do trabalho de parto

Como e quando acontece a Dilatação na gravidez? Quantos centímetros? Qual semana? Quantos dedos? Saiba tudo neste post!

Já parou para pensar em como e porque ocorre a dilatação e se o processo é muito dolorido?

Dúvidas sobre a dilatação na gravidez são muito comuns. Afinal, quem deseja um parto normal costuma pensar principalmente nessa parte: como exatamente ocorre a dilatação e o que a mulher deve sentir nesse momento.

Já para as mulheres que tremem só de pensar em parto normal, o fato de ouvir falar em dilatação, aumenta ainda mais o medo de passar por essa experiência.


Conheça mais sobre os diferentes tipos de parto e tire todas as suas dúvidas sobre cada um!


Mas calma: será que é tão dolorido assim como a maioria imagina? Será que a dilatação significa mesmo que está chegando a hora do bebê nascer? Existe dilatação antes da hora? É perigoso? Todas as mulheres têm dilatação?

Enfim, são tantas dúvidas acerca do tema, que não há como explorá-lo sem trazer um bom conteúdo para explicar direitinho o que é e porque a dilatação na gravidez acontece.

Por isso, acompanhe o conteúdo e fique por dentro do assunto, esclarecendo todas as suas dúvidas e deixando os mitos para lá! 😉

O que é Dilatação na Gravidez?

A dilatação na gravidez, resumidamente falando, é a abertura do colo do útero para que o bebê saia da barriga da mãe pela passagem da vagina. A dilatação costuma ocorrer no final da gravidez, anunciando que o bebê está pronto para nascer de parto normal.

No entanto, apesar de ser  raro, a dilatação pode acabar ocorrendo durante o decorrer da gravidez, como consequência de problemas gestacionais. Por isso, precisa ser acompanhado de perto pelo médico, sob o risco de nascimento prematuro.

A dilatação do colo do útero na gravidez pode vir acompanhada de dores. Isso varia muito de mulher para mulher, algumas tem dores fortes enquanto outras não tem dor nenhuma.

De qualquer forma, é muito importante que haja uma boa assistência para a mamãe na hora do parto, para apoiá-la nesse momento. Principalmente, o papai: é muito importante que ele acompanhe a mamãe para dar apoio!

dilatacao-na-gravidez
É muito importante que haja todo apoio do pai na hora do trabalho de parto

Dilatação do Colo do Útero na Gravidez, o que é?

O colo do útero é o nome dado a parte baixa do órgão. Como o útero cresce a medida que o bebê cresce, o colo mede cerca de 20 mm na 20ª semana de gestação e, pode chegar a medir até 32,5 mm na 34ª semana de gestação.

Dessa forma, entendemos que, quanto mais o final da gestação e, consequentemente, a hora do parto, se aproximam, mais o colo do útero fica baixo. O peso do útero faz com que o colo fique cada vez mais próximo à vagina.

dilatação na gravidez
A dilatação do colo do útero é necessária para promover o nascimento do bebê no parto normal

Isso tudo significa que o corpo está se preparando para o momento em que o bebê precisará sair da barriga da mãe. E quando a hora do parto chegar, o colo do útero dilatará até 10 cm, que é o tamanho esperado para que o parto possa ocorrer.

Como Acontece a Dilatação na Gravidez

A dilatação que precede o nascimento do bebê é iniciada a partir de alguns hormônios que, avisam o corpo que a hora do parto chegou.

Ao mesmo tempo em que ocorrem as contrações com intervalos longos e sem dores, o colo do útero vai se expandindo, até ficar cada vez mais perto da vagina.

dilatação na gravidez parto normal
A dilatação possibilidade a saída do bebê pelo canal da vagina

Após o colo ficar totalmente próximo a vagina, ele começa a abrir para possibilitar a passagem do bebê pela vagina. É para essa abertura que se dá o nome de dilatação.

Quando Começa a Dilatação na Gravidez

Na 35ª ou 36ª semana, é possível que o colo do útero já tenha alguns centímetros de dilatação. Mas isso, não por conta da hora do nascimento, e sim, por conta do peso do bebê e do útero.

Durante essa leve dilatação, a placenta, o bebê e o líquido amniótico influenciam a saúde da reta final da gestação. Pois, mesmo que o colo tenha dilatado até 2 dedos, se tudo estiver em perfeitas condições, não há nenhum risco de parto prematuro.

Como saber se estou dilatando na gravidez

Alguns sinais demonstram se a dilatação está ocorrendo. Por isso, é preciso ficar atenta e observar.

No entanto, esses sinais são observacionais e baseados nas experiências de profissionais de saúde. Por isso, apesar da observação, é importante lembrar que cada mulher possui um organismo diferente, então, nem todos sinais podem ocorrer.

Exame de toque

Faça o autoexame introduzindo dois dedos na vagina e fazendo um movimento em direção ao ânus. Observe o colo do útero. Quando dilatado ele fica parecido com um elástico esticado.

Ou se a dilatação for avançada, será possível sentir apenas a cabeça do bebê.

Verificação do tampão mucoso

A mulher pode ou não mostrar secreções com sangue no início do trabalho de parto. No entanto, sangue e muco, parecido com catarro, podem surgir em grandes quantidades, durante as contrações. Principalmente se a dilatação se aproximar de 6 a 8 cm.

A linha púrpura

Um estudo realizado mostrou que uma linha roxa surge e aumenta entre as nádegas, indicando a dilatação cervical. A linha começa na margem do ânus, logo no início do trabalho de parto, e ergue-se como um “termômetro de mercúrio”.

Quando a linha do “termômetro” atingir o topo, a mulher está com a dilatação completa.

Dilatação na gravidez: sintomas

Alguns sintomas são característicos da dilatação:

  • Pode ocorrer dor ou incomodo na região pélvica, como pressão;
  • Pode ocorrer sangramento ou surgimento de muco;
  • Sensação de vontade de fazer xixi o tempo todo;
  • Dor nas costas;
  • Contrações.

No entanto, o que vai determinar mesmo se a dilatação está ocorrendo, é o exame de toque.

Sintomas de dilatação precoce na gravidez

É preciso ficar atenta quanto a alguns sintomas, para avaliar a possibilidade de ter dilatação antes da hora. Se esses sintomas ocorrerem antes da 37ª semana de gestação, pode indicar parto prematuro:

  • Contrações irregulares, com intervalos menores que 20 minutos, em um período de 24 horas;
  • Constante dor nas costas;
  • Pressão intensa na pelve, como se indicasse que o bebê já está empurrando aquela região;
  • Dor como cólicas;
  • Vontade de fazer xixi com frequência;
  • Corrimento de aspecto mucoso e que pode apresentar sangue; e aumento progressivo desse corrimento.

Um ponto muito importante na gravidez é manter uma gravidez o máximo saudável possível. Essa atitude contribui para uma gestação tranquila e sem sustos.

Além disso, é comprovado que quem mantém uma dieta equilibrada e rotina de exercícios, possui um parto muito mais tranquilo e sem imprevistos. Sem contar, que alguns exercícios pélvicos contribuem para um parto normal melhor.

mamae_super_poderosa_dilatacao_na_gravidez_exercicios
Manter uma rotina de atividades físicas é essencial apoiar uma gestação mais saudável e um parto mais tranquilo

Útero dilatado no início da gravidez: o que fazer?

Se você suspeitar que está com o útero dilatado, tente observar os sintomas citados aqui, para ter certeza. Mas independente de qualquer coisa, procure o seu médico.

Ela poderá te examinar e dizer com certeza se está tudo bem ou não. Até porque, como dito anteriormente, é comum que em um determinado período da gestação (mais para o fim), o útero comece a dilatar aos poucos.

Por isso, não se preocupe se no final, você realmente sentir que está começando a dilatar. Mas, lembre-se que nenhum outro sintoma é indicado, além da dilatação em si. Se ocorrer algum outro sintoma, é preciso procurar o médico com urgência.

Porém, se você estiver no início ou meio da gestação e já estiver com sintomas de dilatação, é preciso cuidado redobrado. O seu médico provavelmente indicará repouso absoluto para, dependendo da sua condição.

Além disso, alguns medicamentos, próprios para retardar o trabalho de parto podem ser indicados, como Utrogestan e Inibina. Tome-os conforme orientação médica e siga o repouso e demais recomendações que forem feitas.

mamae_super_poderosa_dilatacao_na_gravidez_hora_parto
É preciso ficar atenta quanto a dilatação, pois, ela deve ocorrer significativamente apenas no fim da gravidez

Se ocorrer dilatação precoce com você ou se você tem histórico familiar, evite fazer atividades que exijam muito esforço, durante a gravidez. Procure descansar, sempre que possível.

No entanto, se o seu médico disser que está tudo bem, siga as orientações dele e fique tranquila, pois, a dilatação precoce é algo até comum. E mesmo com ela, as mamães conseguem sim levar a gravidez até o final, para que seus bebês nasçam no tempo certo.

Com quanto de dilatação o bebê nasce?

O tamanho padrão de dilatação, adequado para um nascimento é de 10 cm.

Porém, na prática, para que o parto seja possível, os médicos consideram que a dilatação total ocorreu quando, ao toque, não é possível mais senti nada do colo do útero, mas somente a cabeça do bebê.

Por isso, cada caso é avaliado especificamente por cada médico. Como cada mulher tem um organismo diferente, nem sempre o que ocorre com uma ocorrerá da mesma maneira com outra. Assim, cada caso é avaliado em sua particularidade.

Como medir a dilatação na gravidez

Quem faz essa medição é o médico obstetra. Ele faz a medição introduzindo os dedos na vagina e alcançando o colo do útero para avaliar quantos dedos o mesmo já abriu.

Porém, os médicos podem usar uma régua para avaliar a dilatação, pois, o tamanho dos dedos de um médico para outro podem variar muito.

Alguns médicos podem aconselhar a própria mamãe a fazer a medição para acompanhar a dilatação. Para isso, ela mesma introduzirá os dedos na vagina, até alcançar o colo do útero.

No entanto, é preciso muito cuidado ao fazer esse autoexame, tanto para não se machucar, quanto para não machucar a cabeça do bebê. Além disso, mãos ultra limpas antes de qualquer coisa!

Eu, particularmente, me sinto aflita só de pensar na sensação de tocar os cabelinhos de um bebê, que estaria prestes a sair de dentro de mim! Então, boa sorte para quem for corajosa para tanto! Você tem o meu respeito, mamãe mega super poderosa!

Conclusão: esclareceu suas dúvidas sobra a dilatação na gravidez?

Não há dúvidas que, uma vez que entendemos melhor sobre algo que nos causa medo, nos tornamos capazes de perder esse medo. Até porque, é muito comum temer aquilo que desconhecemos.

Por isso, muitas mulheres costumam imaginar o momento da dilatação na gravidez, como um momento de dor e sofrimento, apenas. No entanto, não é bem assim.

O momento de dilatação na hora do parto, além de tudo, é um dos momentos mais bonitos e especiais da gravidez, pois, marca o momento de chegada do bebê.


Alguns outros temas que podem ser do seu interesse também:


Sem contar, que cada mulher tem um organismo diferente e, por isso, não significa que, porque uma grávida sofreu horrores para ter a dilatação necessária, você sofrerá também.

A maneira como a mulher entra em trabalho de parto é muito única. Por isso, é muito importante se informar bastante sobre o tema, para esclarecer todas as dúvidas e se preparar.

Além disso, se informar a respeito também ajuda a se livrar de todos “pré-conceitos”.

O mais importante, afinal é, principalmente, estar preparada para curtir ao máximo cada segundo desse tão esperado dia, aproveitando para valer todas as emoções do momento de receber o seu bebê!

Mas e você, o que pensa sobre a dilatação na gravidez? Você já passou por essa experiência? Deixe aqui seus comentários e dúvidas! Vamos discutir sobre o tema e deixar esse assunto bem esclarecidinho para todas as mamães super poderosas, ok?! 🙂

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *