Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Posted in:

Estrias na Gravidez – Causas, Prevenção e Tratamento

Você já se pegou questionando o por que de algumas mulheres desenvolverem estrias na gravidez, e outras não?

Estrias na gravidez são muito comuns. Aliás, as estrias são muito comuns de qualquer forma, pois, muitas mulheres que ainda não se tornaram mães, possuem estrias da mesma forma.

No entanto, alguns hábitos de cuidados com a pele e até mesmo alguma tendência natural do organismo, pode acabar contribuindo para que algumas mulheres desenvolvam essas marquinhas com mais facilidade.


Entenda porque é normal sentir enjoo na gravidez e o que dá para fazer e evitar esse incomodo


Eu não tive estrias na barriga, mas cuidei muito bem dela. Eu passava hidratante duas vezes por dia fielmente, e deu muito certo.

Resolvi criar esse artigo devido à essa minha experiência com resultado positivo e também, devido à tantas mamães super poderosas que me perguntam sobre o tema.

É bom saber mais sobre essas marquinhas chatas que dão uma boa balançada na autoestima da mulherada.

Acompanhe o conteúdo e veja as dicas bacanas que eu trouxe aqui. Se você estiver com medo das estrias, cuide-se direitinho e tudo vai ficar bem! 😉

O que são estrias

Estrias na gravidez são muito comuns, infelizmente. Muitas mulheres acabam sofrendo com essas marcas que a gravidez pode deixar.

Eu não tive estrias na barriga, que é um dos locais mais comuns de se ter estrias na gravidez. Mas fiquei com algumas estrias vermelhinhas na gravidez, nas coxas e no bumbum, que depois se tornaram brancas.

Mesmo tendo me cuidado bem, elas ainda apareceram. Mas confesso que acho que acabei cuidando um pouco mais da barriga, por medo de ela ficar muito feia. E pode ser que foi por algum descuidinho com o restante do corpo, que eu acabei ganhando essas estrias.

As estrias surgem devido ao fato da pele esticar e estar potencialmente desidratada. Como eu sempre gostei MUITO de hidratantes, não foi difícil criar o hábito de passar uma boa camada dele na minha barriga, todos os dias.

Estrias na gravidez, por que acontece?

As estrias são cicatrizes ocasionadas pela destruição das fibras elásticas e colágenas que constituem a pele. Esse processo normalmente ocorre por um estiramento da pele.

A pele possui propriedades elásticas. São essas propriedades que permitem que a pele se estique conforme a pessoa cresce ou engorda. Mas, as fibras que possuem essa propriedade elástica têm um limite de estiramento, assim como um elástico.

Se esse estiramento ocorrer muito depressa, pele não consegue acompanhar essa transformação. Isso causa lesões nas fibras elásticas, que por sua vez formam cicatrizes, ocasionando as estrias.

Por isso é comum surgirem estrias nas áreas sujeitas a contínuo e progressivo estiramento de pele, como é o caso do abdômen durante a gravidez.

E é aí então, que surgem as linhas, inicialmente vermelhas e que depois ficam brancas. Essas linhas são formadas por causa da diminuição da espessura da derme e da epiderme.

mamae_super_poderosa_estrias_na_gravidez_brancas
As estrias ficam brancas quando já se tornaram cicatrizes, e nesse estágio, já não respondem tanto aos tratamentos

Inclusive, podem coçar e arder quando a pele começar a sofrer esse estiramento. Mas em geral não apresentam outros sintomas.

Fatores de risco para o aparecimento de estrias na gravidez

Na gravidez a barriga cresce muito e rápido. No final do sexto mês de gravidez é quando o bebê cresce e engorda mais depressa e, consequentemente, a barriga estica rapidamente. Logo, que nessa época que os cuidados precisam ser redobrados.

No entanto, há alguns outros fatores que acabam influenciando o aparecimento das estrias também. Saber sobre eles é muito importante para entender melhor sobre as estrias.

Mudanças hormonais comuns na gestação

Hormônios da gravidez (como estrogênio, cortisol, etc.) acabam deixando as fibras elásticas da pele mais frágeis. Isso ajuda a facilitar o rompimento das mesmas, quando começam a sofrer as distensões do crescimento da barriga.

Tendência para ter estrias

Mulheres que possuem facilidade para ter estrias (inclusive as que tem essa genética da família), apresentam maior risco de desenvolver estrias na gravidez.

A idade da gestante

As mulheres mais jovens (com menos de 25 anos, por exemplo) costumam ter uma pele mais firme. Porém, isso não é bom, pois, quanto mais firme a pele, maior dificuldade de esticar sem romper.

A primeira gestação

A primeira gravidez apresenta maior chance de desenvolvimento de estrias. Depois da primeira gestação, a pele já se encontra mais flácida e portanto, mais apta a distender-se.

Peso do bebê

Quanto maior o bebê, maior o crescimento da barriga e maior a necessidade de distensão da pele. Portanto, o tamanho do bebê é um fator  relevante. Por isso, gravidez de gêmeos representa chances ainda maiores de obtenção de estrias.

Ganho de peso durante a gravidez

Quanto mais a mulher engordar na gravidez, maior é o risco de desenvolver estrias. Pois, quando engorda a barriga aumenta e a pele estica.

Etnia da gestante

Mulheres grávidas que não são de etnia branca, têm mais chances de desenvolverem estrias na gravidez.

Estrias antes da gravidez

Mulheres que antes da gravidez já desenvolveram estrias (principalmente na barriga e nos seios), apresentam maior risco desenvolver estrias na gravidez.

Coçar a barriga

Como a pele estica é normal que haja coceira. No entanto, o ato de coçar pode acabar facilitando ainda mais o rompimento das fibras elásticas, uma vez que o coçar agride a pele com o atrito das unhas.

Se a pele estiver desidrata, as chances de coçar são maiores ainda e de rompimento das fibras elásticas, também.

Como surgem e o que causa estrias na gravidez?

Embora a distensão do abdômen seja o principal fator para o surgimento das estrias, você viu que há outros diversos fatores que impactam nessa mudança da pele, também.

Esses fatores expliquem porque algumas mulheres têm estrias na gravidez e outras não. Além disso, explica também porque tem gente (inclusive homens!) que não tiveram gestação e mesmo assim, têm estrias.

No entanto, tudo indica que o crescimento rápido e contínuo da barriga, principalmente quando a pele está potencialmente ressecada, é o que ocasiona, de fato, o rompimento das fibras da pele, causando as estrias na gravidez.

De maneira geral, isso pode acontecer com qualquer pessoa em qualquer momento da vida, desde que a pele sofra estiramento. Porém, na gravidez o estiramento é excessivo e rápido, e isso é o que facilita mais o surgimento das estrias nessa fase.

Estrias gravidez – quando aparece

Dependendo do organismo da mulher, as estrias podem começar a surgir até mesmo no início da gravidez, assim que a barriga começa a aumentar. Por isso, os médicos indicam que a hidratação frequente comece logo que a mulher descobre que está grávida.

Mas, o mais comum é que as estrias comecem a surgir a partir do quarto mês de gestação, com maior potencial no final do sexto mês. Isso porque a partir do quarto mês a barriga aumenta pra valer.

Já no sexto mês, o bebê tem o auge do seu crescimento e aumento de peso, pois, é quando o bebê fica mais maduro, para se preparar para o nascimento.

Primeiros sinais de estrias na gravidez

Algumas pessoas dizem que a coceira na barriga indica que surgirão estrias. Eu tive bastante coceira na barriga e não tive estrias. Na verdade a coceira indica que a pele está esticando e que, provavelmente, não está tão hidratada quando deveria.

Por isso, o primeiro sinal de que você está desenvolvendo estrias na gravidez é quando começar a surgir os riscos vermelhos na pele. Nessa fase, ainda é possível recorrer a alguns tratamentos para tentar reverter o quadro.

Mas vale lembrar que infelizmente, não há tratamentos com resultados capazes de eliminar totalmente as estrias. É possível diminuí-las ou até mesmo deixá-las menos evidentes, apenas.

mamae_super_poderosa_estrias_na_gravidez_vermelhas
As estrias são vermelhas logo quando surgem, pois, ainda estão recebendo bastante fluxo de sangue

Estrias na gestação – Tratamento

Infelizmente, além dos cuidados necessários para evitar o aparecimento das estrias na gravidez, como manter a pele sempre bem hidratada e evitar coçar a barriga, não há o que fazer para evitar ou tratar as estrias.

Procurar engordar o menos possível também e muito importante. Isso ajudará a garantir que a barriga não crescerá tanto. No entanto, se você já notou o surgimento das estrias, respire fundo, mantenha os cuidados e siga em frente.

Depois que o bebê nascer você poderá recorrer a alguns tratamentos estéticos (pois, são contraindicados durante a gestação), como tratamento com ácido retinoico ou laser. Alguns tratamentos costumam garantir bons resultados.

Creme para estrias na gravidez

Há diversos tipos e marcas de cremes hidratantes para evitar a gravidez. Eu particularmente acredito que, apesar de haver preferências por um ou por outro, todos desempenham muito bem a função de hidratar a pele.

Por isso, escolha o que mais te agradar devido a marca da sua preferência, fragrância, textura do hidratante e até mesmo preço. O importante mesmo é não esquecer de utilizá-lo!

Algumas sugestões de hidratantes são:

  • Mustela Maternite Creme para Prevenção de Estrias;
  • Creme para Gestantes Natupele Hydrass;
  • Emulsão Auxiliar na Previsão de Estrias Mamãe e Bebê – Natura;
  • Bepantol Mamy Bayer;
  • Mamydrat Loção Corporal;
  • Luciara Creme Hidratante Preventivo de Estrias na Gestação;
  • Payot Maternité Creme Corporal.

Há também alguns óleos que são ótimas opções:

  • Mustela Maternite – Óleo para prevenção de estrias;
  • Óleo de Amêndoas Seve – Natura;
  • Bio-Oil (Esse não é vendido especificamente para a gravidez, mas proporciona ótima hidratação e muitas mamães adoraram o resultado que ele proporciona).

Tem como evitar estrias na gravidez e no pós-parto?

Se você tomar os cuidados necessários, seguindo as dicas indicadas aqui e tendo persistência, você consegue diminuir as chances de ter estrias sim. Mas evitá-las totalmente, não.

Conforme eu citei acima, há diversos fatores que impactam no surgimento desses riscos na pele, até mesmo fatores genéticos. E nesses casos, sabemos que dificilmente há o que fazer.

No entanto, assim como eu, muitas mulheres conseguiram passar a gravidez sem estrias na barriga, por cuidarem direitinho da hidratação e do ganho de peso. Por isso, eu gosto de acreditar que fazendo tudo certinho, tem sim como dar uma evitada legal.

mamae_super_poderosa_estrias_na_gravidez_hidratando
A hidratação precisa ser diária e em quantidade generosa

Conclusão: Tirou todas as suas dúvidas sobre estrias na gravidez?

Na minha gestação eu usei a Emulsão Hidratante da Natura. Meu médico sugeriu algumas opções dessas que listei aqui, mas como eu ganhei essa emulsão de presente, usei ela mesma e adorei. Um frasco durou toda a gestação.

Mas conheço mamães super poderosas que usaram diversos outros hidratantes, inclusive óleos, e que também ficaram com as barrigas sem estrias. Por isso, o mais importante mesmo é a determinação e dedicação em usar diariamente, sem falhar.

mamae_super_poderosa_estrias_na_gravidez_coracao
Seja dedica com os cuidados da sua barriga e você continuará com a barriga linda depois que o bebê nascer

Outra dica que segui foi evitar coçar a barriga. A minha coçava bastante e aí eu pegava um paninho umedecido com água fria e passava na barriga esfregando bem de leve.

O que eu poderia ter feito era me dedicado com esses cuidados para as outras partes do corpo também, como o bumbum e as coxas. Afinal, ganhei estrias nesses locais, e poderiam ter sido evitadas.

Portanto, seja mais esperta do que eu e hidrate tudo, ok?


Veja algumas outras informações super bacanas para ajudar a sua gravidez:


Cuide-se!

Acho importante frisar a importância de sermos dedicadas e fazer um esforcinho para cuidar um pouco mais da saúde durante a gestação. Afinal, são apenas 9 meses e é um esforço que será super recompensado com um bebezinho linduxo!

Espero que você tenha esclarecido todas as suas dúvidas! Conte nos comentários como você se cuida, se você aposta em óleo ou hidratante, se você já desenvolveu alguma estrias, enfim…

Além disso, caso haja alguma dúvida que você não conseguiu esclarecer aqui, escreva nos comentários e eu buscarei a resposta para você! 😉

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *