Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Posted in:

Ganho de peso na gravidez: o que é normal engordar?

Quantos quilos é normal engordar na gravidez, afinal?

O ganho de peso na gravidez costuma ser motivo de preocupação de muitas mulheres. Aliás, não apenas entre as grávidas, mas também, entre as mulheres que estão ensaiando para engravidar.

Isso porque a briga entre as mulheres e as balanças já costuma ser constante e como engordar durante a gravidez é normal, costuma surgir aquele medinho de engordar demais e ficar com gordurinhas sobrando depois que o bebê nascer.


O seu bebê chora muito? Serão cólicas? Saiba mais sobre esse desconforto tão comuns dos bebês!


Infelizmente isso pode acontecer sim, e inclusive, é algo que tem se tornado quase normal. Até porque muitas mulheres abusam durante a gravidez, pela simples desculpa de estarem grávidas e ter aquela conversa de poder comer por dois.

Muito cuidado, minha amiga mamãe super poderosa! Se pensar assim, você pode acabar se metendo em uma situação bem complicada! Afinal, é importantíssimo cuidar da saúde e da alimentação, e mais ainda quando se está gerando uma vida.

Por isso, é muito importante ficar atenta e manter sim uma alimentação equilibrada além de cuidados com o corpo.

E para te dar uma forcinha com isso, eu trouxe um conteúdo com dicas super bacanas para ajudar você, minha amiga mamãe a se manter firme na missão, e ficar linda durante e depois da gravidez! 😉

Ganho de peso na gravidez: Por que você deve se preocupar

O ganho de peso na gravidez deve ser controlado com atenção. Isso porque o ganho exagerado de peso pode acabar ocasionando diversos problemas de saúde, como diabetes gestacional, pressão alta e pré-eclampsia.

Sem contar, que quando esses problemas são adquiridos na gravidez, raramente eles somem depois que o bebê nasce. Assim, a mãe tende a ter os problemas de saúde adquiridos na gravidez, por toda a vida.

mamae_superpoderosa_ganho_de_peso_na_gravidez_mae_pesando
É muito importante se preocupar com o ganho de peso na gravidez e manter um acompanhamento

Alguns outros problemas que podem ocorrer estão relacionados a hora do parto. Sobrepeso pode acabar dificultando o parto também e até ocasionar parto prematuro.

Outro ponto preocupante é que o bebê também pode acabar sofrendo consequências do ganho de peso exagerado. O bebê pode engordar muito na barriga da mãe e acabar sofrendo com problemas de hipoglicemia.

Além disso, bebês muitos grandes e pesados tendem a ter problemas de obesidade infantil na infância.

Fatores que promovem o ganho de peso na gravidez

Muitas mulheres acabam dando uma relaxadinha com os cuidados, devido estarem grávidas e pensar que grávida pode tudo. Calma! Não é bem assim… Essa história de comer por dois? Sem sentido! Na verdade, é preciso redobrar a atenção.

Ok: há mulheres que já engravidam acima do peso ou que têm uma tendência maior para engordar. E por isso ficam com sobrepeso, mesmo que se cuidem mais na gravidez.

De qualquer forma, há alguns fatores que contribuem para o ganho de peso, como:

  • Comer grandes quantidades;
  • Consumir alimentos pouco saudáveis como alimentos com alto índice de gorduras e açúcares;
  • Consumir muito sal;
  • Sentir muita ansiedade;
  • Se mexer muito pouco, passando mais tempo sentada e deitada do que se movimentando.

Qual é o ganho de peso ideal na gravidez?

Especialistas recomendam que as mulheres engordem, se possível, os quilos ocasionados pela gestação em si mesmo, como por exemplo, o peso que o útero ganha, a musculatura abdominal, o aumentos dos seios, o peso do próprio bebê, enfim.

mamae_superpoderosa_ganho_de_peso_na_gravidez_mae_balanca
Apesar de engordar durante a gravidez ser normal, é possível tomar alguns cuidados para controlar isso

Mas como isso acaba sendo complicado, devido as características de cada organismo feminino, a medicina estabeleceu um método de determinar o quanto seria ideal para cada mulher engordar, de acordo com o seu IMC.

O IMC pré gravidez determina o quanto você deve engordar

Veja como é bacana o cálculo de quanto você deve engordar na gravidez com base no IMC de antes da gravidez. A regra básica é: quanto mais acima do peso você estiver antes de engravidar, menos você deve engordar durante a sua gestação.

As estimativas são as seguintes:

  • Para IMC inicial de menos de 18,5: o ganho de peso ideal é de 13 kg a 18 kg.
  • Para IMC inicial de 18,5 a 25: o ganho de peso ideal é de 11,5 kg a 16 kg.
  • Para IMC inicial de 25 a 30: o ganho de peso ideal é de 7 kg a 11,5 kg.
  • Para IMC inicial acima de 30: o ganho de peso ideal é de 5 kg a 9 kg.

O que fazer quando já estava acima do peso antes da gravidez?

Se você estiver planejando a gravidez você pode se preparar tentando emagrecer antes de engravidar. Algumas dicas para conseguir isso são:

  • Procure um nutricionista e peça a indicação de uma dieta bacana;
  • Mantenha uma rotina de atividades físicas;
  • Tente segurar a ansiedade e manter uma rotina diária tranquila.

O mais importante nesse caso, é engordar o menos possível na gravidez, ok? Porém, nada de dietas loucas, pois, pode impactar o desenvolvimento do bebê.

Agora se você já está grávida e não deu tempo de perder peso antes, a atenção precisa ser redobrada e os cuidados também. Você pode seguir essas mesmas dicas, com a diferença de que o acompanhamento profissional precisa ser mais dedicado.

mamae_superpoderosa_ganho_de_peso_na_gravidez_mae_correndo
Praticar exercícios durante a gravidez ajuda muito para não engordar demais

O que fazer para controlar o peso na gravidez

Veja algumas dicas bacanas para você conseguir controlar o seu peso na gravidez:

  • A dica principal aqui é ficar de olho na alimentação. Uma alimentação equilibrada e adequada para suprir todas as necessidades do seu organismo na gestação, é fundamental.
mamae_superpoderosa_ganho_de_peso_na_gravidez_mae_frutas
Manter uma alimentação saudável durante a gravidez é muito importante
  • Evite o consumo de alimentos pouco saudáveis como gorduras, açúcares e alimentos industrializados. Mas, se der “aquela” vontade e você não resistir, procure comer bem pouquinho;
  • Mantenha uma rotina de atividades físicas adequadas para a gestação. Algumas sugestões são pilates, ioga, hidroginástica, caminhada, e outras atividades de baixo impacto;
  • Beba bastante água;
  • Evite sal em excesso. Isso contribui para evitar a retenção de líquido;
  • Procure se alimentar de duas em duas horas, em pequenas porções;
  • Relaxe e tente evitar a ansiedade.

Calculadora do peso na gravidez

Além de todas essas dicas para evitar o excesso de ganho de peso na gravidez, você sabia que há também uma calculadora para te auxiliar exclusivamente a controlar o peso? Pois é! E ela é muito interessante e eficiente!

Como funciona a calculadora de ganho de peso?

Basicamente, a calculadora de controle de ganho de peso na gravidez estima o tanto que você pode engordar com base no seu peso atual (ou antes da gravidez, se você já estiver grávida) e na sua altura.

Com base nessas informações, é calculado o seu IMC antes da gravidez, e a partir dele, é indicada uma estimativa do quanto seria ideal que você engordasse.

Como utilizar a calculadora de ganho de peso

Pesquise na internet e você encontrará vários sites que oferecerem o cálculo online. Mas se você quiser calcular manualmente, é muito simples; basta dividir o seu peso pela sua altura elevada ao quadrado.

No meu caso ficaria assim, por exemplo: 61 / (1,62 x 1,62) = 23,24

No caso, o meu IMC é 23,2, considerado normal. Então, voltando para aquela tabelinha lá em cima, o ideal é que eu engorde entre 11,5 kg a 16 kg durante uma gravidez.

Muito bacana, né?! 😉

Tabela de ganho de peso na gravidez

Você pode criar uma tabela para te ajudar a controlar o seu aumento de peso, semana após semana. Veja como fica um exemplo para o meu caso, considerando que eu engorde entre 11,5 kg e 16 kg no máximo:

  • 12ª semana: mínimo: 1,5 kg,  ideal 2 kg e máximo 4 kg;
  • 16ª semana: mínimo: 2 kg,  ideal 3 kg e máximo 6 kg;
  • 20ª semana: mínimo: 4 kg,  ideal 5 kg e máximo 8 kg;
  • 24ª semana: mínimo: 5 kg,  ideal 6 kg e máximo 10 kg;
  • 28ª semana: mínimo: 6 kg,  ideal 8 kg e máximo 12 kg;
  • 32ª semana: mínimo: 7 kg,  ideal 9 kg e máximo 14 kg;
  • 36ª semana: mínimo: 8 kg,  ideal 10 kg e máximo 15 kg;
  • 40ª semana: mínimo: 9 kg,  ideal 11 kg e máximo 16 kg.
O auge do aumento de peso ocorre entre a décima segunda e vigésima quarta semanas (ou seja, entre o 4º e o 6º mês). Por isso, vale a pena controlar o ganho de peso na gravidez, desde então.

Consequências do ganho de peso na gestação excessivo ou insuficiente

Uma triste realidade é de que pesquisas apontam que 45% das mulheres do MUNDO que são obesas, se tornaram obesas após o ganho de peso em excesso na gravidez. Triste, não?

Mas além dessa triste consequência do excesso de ganho de peso na gravidez, há ainda muitas outras. O bebê também pode ter problemas como a hipoglicemia e até mesmo a obesidade infantil na infância.

Além disso, a mãe corre o risco de adquirir diversos problemas de saúde considerados bem sérios, como a hipertensão, a diabetes e a pré-eclampsia. Essa última, extremamente arriscada para o bebê.

No entanto, se a mãe não ganhar peso o suficiente na gravidez, pode ser que também haja problemas sérios aí! O bebê pode nascer com baixo peso, além de sofrer parto prematuro.

Por isso, de qualquer forma é muito importante acompanhar o peso durante a gravidez. Não pode sobrar e nem pode faltar, portanto, é preciso ficar de olho!

Qual a forma correta de ganhar peso na gravidez

Engordar na gravidez faz parte! Então não fique pensando em não engordar nada, porque isso não é correto! Inclusive, há várias transformações que o nosso corpo sofre durante a gestação, que justifica a necessidade de engordar, veja:

  • A placenta cresce e até o final da gravidez ela pesa cerca de 0,5 kg;
  • O líquido amniótico que fica dentro da placenta pesa cerca de 1 kg;
  • O útero aumenta e ganha uma musculatura mais resistente, sendo que seu peso aumenta cerca de 1 kg;
  • Os seios também aumentam por conta das glândulas mamárias podendo pesar até 1 kg a mais;
  • O volume de sangue do corpo da mãe aumenta muito também, o que representa um aumento no peso de cerca de 2 kg;
  • As reservas de gordura interna da mãe também aumentam cerca de 1,8 kg. Essa gordura serve para garantir energia para a fase da amamentação;
  • Aumenta a retenção de líquidos na mãe, o que acarreta o aumento de peso em cerca de 1,8 kg.
Fora tudo isso ainda o peso do bebê, que em média é de 3 kg. Por isso, engordar faz parte da gravidez, e é necessário que seja aos poucos, com um bom acompanhamento médico e bastante atenção da mãe.

Conclusão: Esclareceu suas dúvidas sobre o ganho de peso na gravidez?

Bom minha amiga, agora você já sabe que é super importante ficar atenta à balança e não vacilar para não engordar demais, ok? No entanto, também não é nada bacana ficar cheia de neuras. Por isso, use o bom senso e siga as instruções do seu médico.

Eu engordei um pouquinho a mais do que o ideal na minha gestação. Mas não tive problema nenhuma para perder tudo (e mais um pouco!) depois do parto.

mamae_superpoderosa_ganho_de_peso_na_gravidez_barriga_laço
Não abuse na alimentação pelo fato de estar grávida. Seja consciente e tenha uma ótima gestação!

Além da amamentação ter sido fundamental para ajudar nisso, acho que o perrengue dos primeiros meses puxados, também ajudaram! Está vendo? Tudo tem um lado bom, afinal! 😉

Mas o mais importante é que eu tive uma gestação tranquila e saudável. Exceto os alimentos que foram proibidos pelo meu médico, sob o risco de prejudicar o desenvolvimento do bebê, como peixe cru, por exemplo; eu não deixei de comer nada.

Porém, antes da gravidez eu já tinha uma alimentação bacana, bem balanceada e focada em alimentos saudáveis. Então para mim não foi diferente depois.


Há algumas outras dicas bem bacanas no blog, que podem te interessar também:


Cuide-se!

Por isso, a minha dica para você que está planejando uma gravidez ou mesmo que está no comecinho da sua, é começar a por a sua dieta em ordem desde já! O quanto antes, melhor!

Tenho certeza que você vai notar rapidinho todos os benefícios não apenas no seu corpo, mas na sua mente e disposição também! 🙂

Conte aqui nos comentários como está a sua gestação, se você está conseguindo manter um peso bom. Além disso, caso haja alguma dúvida que você queria esclarecer e não encontrou aqui, escreva também!

2 Comentários

Comentário e Respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *