Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Posted in:

Vacinas na gravidez: saiba quais são indispensáveis e quais evitar

Você sabia que é preciso ter alguns cuidados durante a gravidez, relacionados as vacinas que precisam ser tomadas e evitadas?

As vacinas na gravidez precisam ser levadas a sério. Afinal, a imunização é sempre muito importante, mas durante a gravidez, é mais importante ainda.

No entanto, nem todas as vacinas podem ser tomadas durante a gravidez e isso, muita gente não sabe. Portanto, é preciso entender bem sobre o tema, para não correr nenhum risco durante a gravidez, por pura falta de conhecimento.


Entenda o que são as estrias e porque elas são comuns na gravidez. Saiba como evitá-las e tratá-las!


As vacinas são fundamentais, pois, elas agem proporcionando maior defesa ao organismo da mãe, contra alguns tipos de doenças que podem ser muito prejudiciais ao bebê, e até mesmo fatais.

Dessa forma, as vacinas na gravidez protegem não apenas a mãe, mas também o bebê! Importante, não é mesmo?! Preservar a sua saúde, garantindo que o bebê cresça saudável, é essencial!

Eu confesso que eu não sabia sobre as vacinas na gravidez. Nem as que eu precisava tomar e nem as que eu devia evitar. E como há muitas mamães super poderosas que me perguntam sobre, resolvi preparar esse artigo aqui! 😉

Acompanhe o conteúdo, tire todas as suas dúvidas e fique por dentro das vacinas na gravidez. Imunize-se e tenha uma gravidez mais tranquila!

Vacinas e gravidez – o que a mamãe precisa saber

Muitas mamães simplesmente não sabem sobre quais vacinas devem tomar durante a gravidez. Mas na verdade, não há uma vacina que deve ser tomada na gravidez, pelo fato da gravidez em si. Mas o que é fundamental, é deixar a carteirinha de vacina em dia.

mamae_super_poderosa_vacinas_na_gravidez_mãe_olhando_barriga
As vacinas na gravidez são essenciais para garantir uma gestação mais tranquila

Isso porque algumas mamães engravidam sem ter tomado algumas vacinas que são fundamentais para a sua saúde e isso, pode representar riscos para a saúde da mamãe e desenvolvimento do bebê.

O ideal mesmo é que a mulher se prepare para engravidar, colocando todas as vacinas em dia. Mas, caso a gravidez tenha sido inesperada, é preciso ficar atenta e procurar orientação sobre quais vacinas pendentes você pode e deve tomar.

Vacinas na gravidez: importante para o bebê e para a mamãe

Não tenha dúvidas do quanto as vacinas na gravidez são importantes para assegurar a saúde da mamãe e do bebê.

Pois, uma vez que elas atuam prevenindo doenças que podem ser tão graves ao ponto de levar ao óbito, é preciso se informar sobre e manter-se corretamente imunizada.

No entanto, nem todas as vacinas são recomendadas, visto que, durante a gestação, a mulher passa por algumas restrições devido a possibilidade de causar algum problema ao desenvolvimento do seu bebê.

Por isso, é importante saber mais sobre as vacinas.

mamae_super_poderosa_vacinas_na_gravidez_vacina_braço
As vacinas com vírus atenuados devem ser evitadas na gravidez

Dessa forma, tudo o que a mamãe puder fazer para garantir uma gravidez tranquila e livre de complicações por doenças, deve ser feito. Assim, ela pode usufruir de uma gestação tranquila e sem contratempos.

Vacinas na gravidez: quais as vacinas que a gestante deve tomar

Apesar de haver vacinas para imunizar diversas doenças, algumas são mais importantes para ajudar a garantir uma gravidez mais saudável e sem sustos. Por isso, é importante que a gestante saiba mais e imunize-se, protegendo a si mesma e ao bebê.

Algumas doenças podem ser potencialmente prejudiciais tanto para a mulher em fase de gestação quanto para o bebê e, por isso, é preciso maior proteção quanto as mesmas.

Dessa forma, mesmo aquelas mulheres que nunca costumaram dar muita atenção para a carteirinha de vacinação (e na verdade eu penso que, principalmente essas mulheres!), devem deixá-la em dia durante a sua gravidez.

Grávida pode tomar a vacina h1n1?

Pode sim. Inclusive, devido ao sistema imunológico da mulher acabar ficando mais fraco durante a gestação.

Isso porque, por causa de todo o processo necessário para gerar o serzinho lindo que está em sua barriga, uma gripe tipo A pode trazer consequências que não traria à uma mulher que não estivesse grávida.

Para você ter uma ideia, em 2010 o Ministério da Saúde informou que 24% das mortes em decorrência do H1N1 foram de mulheres grávidas.

De contrapartida, em 2011 ocorreu uma forte campanha de vacinação, e assim, o número de grávidas que morreram por esse tipo de gripe caiu para 7%.

No entanto, é comum a mulher grávida ter receio de se vacinar e acabar prejudicando o bebê de alguma forma. Por isso, é preciso se informar a respeito, e assim, saberá que não há problema nenhum em tomar a vacina de h1n1.

Inclusive, a mamãe pode tomar essa vacina em qualquer fase da gestação, sendo necessária somente uma dose.

Vacina dtpa gestante para que serve

A vacina dtpa (tríplice bacteriana acelular do tipo adulto) imuniza as mulheres grávidas contra difteria, tétano e coqueluche. Lembrando que há também a dt (do tipo dupla), cuja imuniza apenas contra tétano e coqueluche.

Portanto, é melhor que a grávida tome a vacina tríplice. Pois, a difteria pode ser prejudicial para o bebê também. Já a coqueluche é uma das doenças mais séria. Ela pode causar um quadro inflamatório grave nas vias respiratórias. Em alguns casos mais severos, pode até mesmo causar a morte por insuficiência respiratória.

Em relação ao bebê, o maior benefício de a mãe tomar essa vacina é que, caso ela tenha alguma dessas doenças, não haverá o risco de transmissão para o bebê.

Além, é claro, de que também há o risco de problemas com o desenvolvimento do bebê, quando a mãe tem algumas dessas doenças.

Proteja o bebê desde a barriga!

A difteria pode causar problemas sérios para o bebê, porém, com a mãe imunizada ele já recebe alguns anticorpos através da amamentação. O bebê só poderá receber a vacina aos 2 meses de idade.

Pense então, que bacana que é, saber que você pode desde o ventre já começar a proteger o seu bebê e, ao mesmo tempo, prepará-lo para a vida do lado de fora! 😉

Já o tétano é grave para qualquer pessoa que o contrai, de qualquer idade, pois, a bactéria que causa o tétano produz uma toxina que paralisa os músculos, ocasionando o óbito.

Por isso mamãe, essa vacina é fundamental para todas as mulheres que pretendem engravidar, já estejam grávidas ou mesmo as mulheres que acabaram de ter bebê.

No entanto, as mulheres que tomaram a vacina há menos de cinco anos não precisam tomar novamente.

Se você tomou a vacina há mais de cinco anos, então precisará de uma dose. Mas se você nunca tomou essa vacina, precisará de três doses. Ela pode ser tomada a partir da  20ª semana de gravidez.

Vacina contra Hepatite A

A hepatite A é uma doença séria, sendo que em casos mais graves, pode evoluir rapidamente para uma inflamação no fígado, levando até mesmo à falência rápida do órgão.

Essa doença é transmitida através de água ou alimentos contaminados, por isso, a vacina costuma ser recomendada para mamães que moram ou viajarão para locais com estrutura sanitária ruim.

As grávidas podem tomar a vacina a partir do segundo trimestre de gestação. São duas doses apenas, não sendo necessário repetir.

Vacinas na gravidez que são proibidas

Normalmente as vacinas são fabricadas à partir de vírus inativados, mas há algumas que contém o víru atenuado, ou seja, vivo. Essas vacinas não são recomendadas para gestantes ou pessoas imunodeprimidas.

Na vacina do tipo atenuada o vírus encontra-se vivo e, por isso, ele pode se reverter para a forma selvagem (apesar de raro) e acabar causando a doença. Essas vacinas são as de: caxumba, febre amarela, poliomielite, rubéola, sarampo, tríplice viral, varicela e varíola.

mamae_super_poderosa_vacinas_na_gravidez_vacina
Existem dois tipos de vacinas: uma com vírus inativado e outra com vírus vivo

Por isso, essas vacinas são contraindicadas para imunodeprimidos e gestantes. Já a vacina inativada contém o vírus inativado por agentes químicos ou físicos. Ou ainda é fabricada com sub unidades e fragmentos obtidos através de engenharia genética.

Dessa forma, nas vacinas inativadas nunca ocorre a reversão do vírus para a sua forma selvagem. Essas vacinas são as de: gripe h1n1, hepatites A e B, poliomielite injetável e raiva.

Mas se, por acaso, você tenha tomado alguma dessas vacinas, não se desespere!

A recomendação é que as vacinas sejam evitadas devido ao risco, porém, não há relatos de problemas que realmente tenham ocorrido em mulheres grávidas que tomaram alguma dessas vacina.

Calendário de vacina da gestante

Para que não haja dúvidas quanto as vacinas que precisam ou não ser tomadas, é importante ficar de olho na sua carteira de vacinação. Além disso, é preciso saber quais as vacinas que você precisa tomar, conforme o calendário para gestantes.

Antes de engravidar

Até 30 dias antes da gestação, algumas vacinas podem ser tomadas. As vacinas recomendadas para essa fase são:

  • Dupla adulto;
  • Hepatite B (para mulheres menores de 20 anos que não tenham sido vacinadas anteriormente).

Durante a gestação

A fase da gestação é a que requer mais atenção. As vacinas recomendadas para essa fase são:

  • h1n1;
  • dtpa.

Há ainda outras vacinas que, dependendo da situação, podem ser tomadas na gestação. Mas é preciso acompanhamento e indicação médica, pois, apenas em situações específicas são recomendadas essas vacinas, como situações de alto risco de exposição aos vírus. São elas:

  • Febre Amarela;
  • Meningocócica conjugada;
  • Hepatite A;
  • Tétano.

No entanto, é sempre muito importante ter em mente que cada vacina e a condição de cada grávida determinam como as vacinas serão tomadas. Por isso, o acompanhamento médico é fundamental. Normalmente, as indicações são:

  • Gestantes sem nenhuma dose: A primeira dose pode ser tomada logo no início da gestação. A segunda dose, com intervalo de 2 meses, pode ser tomada a partir de 4 semanas de gestação. A 3ª dose poderá ser aplicada após o nascimento do bebê ou 6 meses após a segunda dose;
  • Gestante que tomaram uma ou duas doses: Tomar as doses faltantes com intervalo de 2 meses (no mínimo 4 semanas);
  • Gestantes que tomaram três doses ou mais: Não é necessário vacinar, exceto se há última dose tiver sido tomada há mais de cinco anos. Nesse caso, é preciso tomar uma dose de reforço.
mamae_super_poderosa_vacinas_na_gravidez_mãe_médico
As doses de cada vacina precisam ser tomadas adequadamente para que a mesma não tenha a sua eficácia comprometida

Vacinas para mulheres no pós-parto

Após o nascimento do bebê, no também chamado período puerperal, a mamãe também pode tomar algumas vacinas, mas somente se necessário. São elas:

  • Vacina dupla tipo adulto;
  • Tríplice viral;
  • Tétano (como complementação da vacinação, quando a imunização ficou incompleta durante o período da gravidez).

Conclusão: esclareceu todas as suas dúvidas sobre vacinas na gravidez?

As vacinas na gravidez podem até parecer um assunto incomum, até porque não se houve muito as mamães falando sobre. Ainda mais, em meio a tantas outras preocupações que a gravidez e o pré-natal acarretam.

No entanto, se você se informar sobre as vacinas na gravidez com o seu obstetra, você saberá o quanto são importantes. Inclusive, a sua carteirinha de vacinação será solicitada no início do seu pré-natal.

mamae_super_poderosa_vacinas_na_gravidez_mãe_bebê
Imunize-se e proporcione mais saúde para você e seu bebê

Lembre-se que as vacinas na gravidez são fundamentais para prevenir problemas de saúde na mamãe. Problemas esses, que podem afetar significativamente o desenvolvimento do bebê. Por isso, não deixe de tomar as doses que forem necessárias.


Veja outras matérias que você pode gostar:


Aqui falamos sobre as informações referentes as principais vacinas, mas o Ministério da Saúde exige uma ampla imunização, contra diversos tipos de doenças. Portanto, informe-se em maiores detalhes sobre a sua situação com o seu médico.

Espero que o conteúdo tenha fornecido informações relevantes para você, amiga mamãe super poderosa. Mas caso haja alguma dúvida, escreva nos comentários! Será um prazer buscar maiores informações para você!

Além disso, não esqueça de deixar aqui os seus comentários e sugestões! Você tomou alguma dessas vacinas? Você sabia da necessidade de algumas dessas vacinas e da restrição de outras?

Compartilhe conosco! Além disso, imunize-se e tenha uma gravidez mais tranquila! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *